¿Que tarifa me convém mais?

Tipos de tarifas eléctricas

Em função de nossas necessidades, que dependerão de se somos profissionais ou consumidores domésticos, elegeremos a tarifa que mais se nos adapte. Para isso, deveremos ter em conta nosso fornecimento elétrico e o preço estabelecido. Podemos eleger entre vos tarifas diferentes que vos explicamos a seguir.

¿Que é a tarifa indexada?

O mercado mayorista estabelece um preço pelo que o consumidor paga o preço de venda da energia e uma margem de benefício à comercializadora contratada. O preço é marcado pelo Operador do Mercado Ibério de electricidade (OMIE), encarregado de detalhar o preço do fornecimento elétrico e do preço a pagar pelo cliente.

¿E a comercializadora que faz?

É a que se encara de realizar as gestões para garantir a compra de electricidade e a poupança na factura da luz do cliente.

tarifa electrica

¿Para quem se recomenda esta tarifa?

As grandes empresas costumam preferir esta tarifa por seu elevado consumo. Não obstante, qualquer consumidor doméstico pode adquirí-la também.

¿Como funciona a tarifa indexada?

Os conceitos da tarifa organizam-se segundo o termo da potência elétrica -fixo- e segundo o termo de energia ou consumo  -variável-. Este último está formado pelo preço de custo de mercado da energia e pela margem de benefício da companhia pela gestão.
Além de todo isso, se acrescentam o imposto elétrico e os sobrecostes dos desvios quando o cliente não se ajuste a seu consumo estimado.

Por tanto, esta tarifa permite ao cliente eleger as horas de energia mais barata.

¿Que é a tarifa fixa?

Com esta tarifa, o preço a pagar é fixo e não dependerá  do preço de venda de energia nem do horário em que a consumimos. Ademais, sempre inclui uma margem de segurança.